Conheça os Jovens Que Transformam do MTV EMA 2019


Você sabia que 61% dos jovens acredita que sua geração é responsável por consertar os problemas que herdaram das gerações anteriores?

Pelo segundo ano, o MTV EMA selecionou cinco ativistas e jovens líderes vindos do mundo todo para a categoria Jovens Que Transformam. Estes jovens têm em sua pauta direitos dos LGBTQ+, mudança climática, desequilíbrio econômico e injustiça racial. Conheça os escolhidos deste ano:

Alfredo "Danger" Martinez, 33 anos, México
Danger é um rapper ativista que usa sua música para empoderar jovens em comunidades marginalizadas e inspirar a transformação social no México. Ele lidera workshops, programas em escolas e eventos para ensinar jovens a contar suas histórias e defenderem suas bandeiras por meio do rap..

Shiden Tekle, 20 anos, Reino Unido
Shiden e seus amigos recriaram pôsteres de filmes e séries famosas, mas com atores negros. As adaptações viralizaram nas redes sociais e agora ele age pela organização Legally Black UK, cujo objetivo é conscientizar as Pessoas sobre como os negros são retratados na mídia, ganhando atenção ao redor do mundo.

Lisa Ranran Hu, 20 anos, China
Lisa escreveu, produziu e dirigiu o filme Escape, que retrata as experiências de mulher transgênero na China. O filme levantou a discussão sobre os direitos LGBTQ+ no país.

Kelvin Doe, 22 anos, Serra Leoa
Um engenheiro autodidata, empreendedor e fundador da Fundação Kelvin Doe , Kelvin ajuda jovens na África a criarem soluções criativas aos problemas mais críticos nas comunidades subdesenvolvidas do continente. Aos 11, ele descobriu como transformar o lixo de sua comunidade para construir baterias, geradores e transmissores. Ele ainda construiu sua própria estação de rádio, na qual falava sobre notícias e tocava músicas sob o codinome de DJ Focus.

Jamie Margolin, 17 anos, EUA
Jamie tem apenas 17 anos, mas já é ativista do movimento contra a mudança climática. Ela é co-criadora do Zero Hour, organização que liderou a marcha dos jovens que protestaram nas ruas de Washington e mais 25 cidades ao redor do planeta em 2018. Desde então, por meio da Zero Hour, Jamie organizou campanhas edicacionais revolucionárias, iniciativas pelo voto dos jovens, greves e seminários sobre a mudança climática.
Parceiros